10 junho, 2011

A Fantástica Fábrica De Chocolate

A Fantástica Fábrica de Chocolate. Esta produção de 1971, dirigida por Mel Stuart, é definitivamente um clássico moderno. Com um belíssimo tom de conto de fadas, este filme é uma obra fantástica, daquelas que estão nas prateleiras de infantis mas que devem ser vistos por toda a família. Apesar de ser destratado e submetido às infinitas e desmoralizantes reprises na Sessão da Tarde, A Fantástica Fábrica de Chocolate é uma jóia rara. Com Gene Wilder em seu mais expressivo papel, Willy Wonka, a película conta a história de Charlie Bucket (foto abaixo) um garoto pobre, que apesar da pouca idade ajuda a sustentar a casa onde vive com a mãe e os avós doentes. Ganhando, através de um concurso, uma viagem até a maior fábrica de doces do mundo, que se chama Wonka, Charlie vai com seu avô visitar o lugar. Também são premiados com a tal viagem Augustus Gloop, Veruca Salt, Violet Beauregard e Mike Teevee. 

À exceção de Charlie, todas as outras crianças são dos maiores exemplos de como uma criança não deve ser: mimadas e viciadas em televisão, mesquinhas, agressivas, mal-educadas e coisas do gênero.




A partir do momento em que entram na fábrica, todos ingressam num passeio deveras surreal com um quê de psicodélico, fruto dos anos sessenta, que mal haviam acabado. Guiados pelo próprio Wonka, que sempre que tem chance solta citações de ninguém menos que William Shakespeare, Oscar Wilde e John Keats, isso só pra lembrar alguns. Mas a profundidade da mensagem não para nestas citações clássicas e eternas.







" Saudações a você, o sortudo, ganhador deste bilhete dourado do Sr. Willy Wonka! Apresente este cupom nos portões da fábrica ás 10:00 da manhã do dia 1° de Outubro e não se atrase. Você pode trazer com você um membro da sua família...apenas um...e mais ninguém. Nos seus sonhos mais malucos, você pode imaginar as maravilhosas surpresas que o aguardam" 




Os oompa-loompas, os copiadíssimos anões de pele alaranjada e cabelos verdes, também soltam algumas mensagens fantasticamente coerentes e instrutivas através das musiquetas que todo mundo conhece ("Oompa-loopma, dumpa dee-doo..."). Falam sobre a destruição encefálica que o excesso de televisão causa, sobre o quanto é nojento uma criança mal-educada, sobre quão inconveniente é uma criança mimada e outras coisas do mesmo nível. Depois de ter assistido ao filme - quando já tenho uma opinião própria e uma mentalidade formada - ficou mais claro do que nunca que o mundo seria um lugar muito melhor se um quarto das crianças do mundo tivessem assistido a este filme e assimilado metade do que ele diz. A parte sobre a televisão me parece a mais notável, ainda mais na atual conjuntura, com crianças sendo educadas por um eletrodoméstico. Quando o chato Mike Teevee é diminuído pela câmera e retransmitido pelo aparelho de televisão em miniatura, é feita uma das críticas mais ferrenhas e duras à televisão que eu já vi. A metáfora é de uma força incrível, relembrando algumas histórias que são clássicos dos clássicos como O Mágico de Oz, uma das mais claras influências do filme, As Viagens de Gulliver, um dos textos mais metafóricos que eu já li e Alice no País das Maravilhas, que também é absurdamente metafórico, ou não, dependendo o leitor. (...) Bem, enquanto aguardamos pra ver no que dá, o original é mais do que suficiente. Infelizmente o filme nunca foi condecorado como a grande obra que é, talvez porque nunca foi perfeitamente compreendido, talvez porque não fosse do interesse de quem condecora homenagear uma obra tão revolucionária, mas o filme é tão excepcional que ninguém mais ninguém menos que Marylin Manson começa seus shows citando Willy Wonka. Não que seus fãs vão entender muita coisa, mas isso é outro departamento. O que importa é que A Fantástica Fábrica de Chocolate vai muito mais além do que todos os filmes infantis e/ou musicais que a maioria das pessoas já viu."






Artista: The Oompa Loompas
Álbum: Willy Wonka And The Chocolate Factory ST ( A Fantástica Fábrica de Chocolate )
Título: Oompa Loompa (Augustus Gloop)

Oompa loompa doompadee do
I´ve got a perfect puzzle for you
Oompa loompa, doompadee dee
if you are wise you´ll listen to me.
what do you get when you guzzle down sweet
seating as much as an elephant eats
what are you at getting terribly fat
what do you think will come of that?
I don´t like the look of it...
Oompa loompa doompadee dah
If you´re not greedy you will go far
you will live in happiness too
like the oompa loompa doompadee do
doompadee doo